NOSSO BLOG
10/11/2020 às 23h17
Como reduzir o custo do desperdício de energia elétrica no Brasil

Analisador de qualidade de energia Fluke

Sabe aquela luz acesa que você esquece em um cômodo vazio? Ou aquele eletrodoméstico que não sai da tomada mesmo quando não está sendo utilizado? Basta olhar ao seu redor que certamente encontrará um aparelho consumindo energia sem necessidade. Ações simples que muitas vezes passam despercebidas podem causar um grande desperdício de energia elétrica que só é notado com a conta no fim do mês. No entanto, apesar dos gastos cotidianos domiciliares, os segmentos de transportes e indústria são os maiores responsáveis pelo consumo de energia elétrica no Brasil.

De acordo com relatório divulgado pelo Instituto E+, atualmente, o consumo é distribuído em: transportes (34,8%), industrial (33,8%), energético (11,2%), residencial (10,6%), comercial e público (5,2%) e agropecuário (4,4%). Para reduzir os custos com energia no país, o investimento em recursos que priorizam a eficiência energética pode ser uma excelente saída, apesar do Brasil ainda se mostrar um pouco atrasado neste quesito. Segundo o mesmo estudo, o investimento nacional não chega a 50% do que é realizado em países europeus. Para se ter uma ideia, estima-se que para chegar ao mesmo nível de eficiência energética da União Europeia, por exemplo, o Brasil ainda precise de pelo menos vinte anos.

Essa carência em iniciativas voltadas ao mercado de energia elétrica, gera grandes custos para o consumidor e empresas, que necessitam de soluções eficientes e práticas para sanar esse dilema com maior facilidade. Um levantamento realizado pela ABESCO – Associação Brasileira das Empresas Brasileiras de Conservação de Energia, aponta que em um período de três anos (2014-2016), o desperdício de energia elétrica no Brasil custou R$ 61,7 bilhões para o país. O dado só reflete a necessidade de se investir mais em eficiência energética para reduzir os gastos nas empresas, e assim, consequentemente, em toda a indústria nacional. Uma das alternativas para as organizações reduzirem o custo do consumo de energia, é evitar o desperdício por falhas, monitoramento deficiente ou até mesmo o mau uso de seus equipamentos.

Caso você esteja em um trabalho que envolva uma instalação industrial, uma unidade de produção ou um serviço de utilidade pública, as ferramentas de qualidade de energia e de gerenciamento de energia da Fluke podem te apoiar. Instrumentos como registradores de qualidade, de potência e energia, analisadores e solucionadores de problemas de qualidade de energia, foram desenvolvidos especialmente para ajudar a capturar a qualidade e dados de energia necessários para manter o melhor desempenho e confiabilidade.

O fato é que as corporações que apostam em mecanismos para diminuir o desperdício de energia só têm a ganhar. Esta iniciativa garante mais longevidade aos equipamentos e sistemas, contribui para otimizar processos, além de deixar a empresa alinhada com as ações voltadas à sustentabilidade, diminuindo assim possíveis impactos ambientais. Para aqueles que não buscaram investimentos nesta frente, está mais do que na hora de aplicar soluções para reduzir custos do desperdício de energia para se tornar uma companhia mais competitiva e eficiente no mercado.

Gostou deste artigo? Clique aqui e leia mais conteúdos sobre o universo da energia elétrica.

Leia também: 

3 problemas escondidos que causam o desperdício de energia industrial

O que é eficiência energética?

Manutenção preditiva: o impacto da tecnologia na indústria

Siga nossa página no Facebook e Linkedin


COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar essa postagem.

FAÇA SEU COMENTÁRIO

É necessário preencher o campo Nome
É necessário preencher o campo Email
É necessário preencher o campo Comentário