NOSSO BLOG
24/09/2019 às 19h42
Eficiência energética em motores de indução


A eficiência dos motores elétricos deve ser monitorada constantemente

Pesquisas indicam que aproximadamente 40% da energia elétrica consumida no Brasil é utilizada pelo setor industrial, sendo que 70% dessa energia é usada para alimentar motores elétricos. Por isso, reduzir o consumo de energia no país passa pelo aumento da eficiência energética nos motores movidos a energia, principalmente nos motores trifásicos de indução.

Um motor elétrico transforma a eletricidade em torque, em um processo onde ocorrem perdas de energia. Nos motores de indução, as correntes elétricas circulando pelo estator e o rotor aquecerão o equipamento devido às perdas Joule, gerando também perdas por histerese, por correntes de Foucault e principalmente, perdas mecânicas.

Como o motor de indução recebe energia elétrica em sua entrada, convertendo-a em energia mecânica na saída, é fundamental que ele seja construído, operado e mantido para que a diferença entre a energia entregue a ele e a que ele fornece à sua carga seja a menor possível.

Motores elétricos eficientes têm maior vida útil, operam em temperaturas menores, custam menos para funcionar, consomem menos energia e causam menores impactos ao meio ambiente. Por isso, melhorar a eficiência energética dos motores de indução é tão importante para uma economia eficiente que todos os responsáveis por eles deveriam se comprometer com este objetivo.

Deixe seu comentário

Siga nossa página no Facebook e Linkedin

Leia também:

O que é eficiência energética?


COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar essa postagem.

FAÇA SEU COMENTÁRIO

É necessário preencher o campo Nome
É necessário preencher o campo Email
É necessário preencher o campo Comentário